Resumo

Local: Diamantina, Minas Gerais
Duração: 7 dias/ 6 noites
Distância: 221 quilômetros
Categoria de Viagem: Cicloturismo
Valor: R$ 3.800,00
Dificuldade Física:
Dificuldade Técnica:
Vagas: 15 Vagas
Aéreo: Não Incluído

De mountain bike pelas paisagens surreais de Minas Gerais

Programação

Programação

Dia 1 - Neste dia faremos a sua recepção no aeroporto de Confins em Belo Horizonte e realizaremos o transfer até a cidade de Diamantina. Ao chegar nos hospedaremos em nosso hotel. O Hotel Tijuco foi projetado por Oscar Niemeyer. No início da década de 50 Diamantina possuía aproximadamente 10 mil habitantes. Com um acervo colonial incrível, não havia um Hotel para hospedar turistas. Então, Juscelino Kubitschek encomendou o projeto a Niemeyer e o construiu em 1951, quando era governador do Estado. Hoje, modernizado em suas instalações, sua localização privilegiada no centro da cidade nos proporcionará uma viagem particular ao passado. Há outras opções de hospedagem. Confira as informações sobre as possibilidades de upgrade ao final dessa folha de informações. A noite mineira convida a um bate pernas pelas ruas mais próximas de nosso hotel. Vale a pena experimentar as cervejas artesanais produzidas na cidade.

 

Descrição da atividade: Sem deslocamentos neste dia

Pernoite: Hotel Tijuco ou opcionais

Dia 2 – Nosso dia começará cedinho. Após o café da manhã, partiremos para o nosso primeiro pedal. Seguiremos até a antiga estação ferroviária de Diamantina. A Rede Ferroviária Federal S/A foi uma das mais importantes empresas públicas do Brasil criada em 1957 e consolidou 18 ferrovias regionais. O ramal que ligava Diamantina à capital Belo Horizonte, ou às cidades mineiras de Pirapora e Montes Claros, descia a Serra do Espinhaço na direção do médio Rio São Francisco e se encontrava com o principal entroncamento ferroviário do Brasil que era a cidade de Corinto. Iniciaremos nosso pedal por um trecho de ligeiro aclive nos primeiros quilômetros até ao ponto mais alto da antiga ferrovia. Pedalaremos então sobre um platô da Serra do Espinhaço onde alguns investidores começaram a desenvolver produções de vinho, cultivando uvas em um clima excepcional. Seguiremos rumo ao nosso primeiro banho de cachoeira no distrito de Barão do Guaicuí, pertencente à cidade vizinha de Gouveia. Então vamos ao nosso destino neste dia, passando por lugares de beleza exuberante do Vale do Rio Pardo Pequeno, importante afluente do Rio das Velhas, pelo povoado de Mendes e então Conselheiro Mata.

Descrição da atividade: 60,85 quilômetros de deslocamento todo por trilha tipo “gravel” de terra batida, com pouca exigência técnica na maioria do percurso, porém com algumas intercorrências e interrupções na trilha que podem proporcionar algum grau de dificuldade. Baixa exigência física. Altimetria: +254 -590

Pernoite: Pousada Local – Pousada do Kussu

Dia 3 – Conselheiro Mata, que leva esse nome em função de um ilustre diamantinense chamado João da Mata Machado, médico fundador da Santa Casa de Diamantina, foi abolicionista e um dos principais conselheiros de Dom Pedro II; é um distrito da cidade de Diamantina que abrigou um colégio interno católico para homens que encerrou as suas atividades há alguns anos. Possui menos de 1.000 habitantes que levam uma vida pacata, longe da importância vivida pelo distrito na época da extração de diamantes, fato que curiosamente levou a igreja e instalar um de seus principais colégios de formação do Brasil no lugar. O lugar é místico, é o último vilarejo da borda oeste da Serra do Espinhaço por onde passava a Maria Fumaça seguindo rumo ao vale do Rio São Francisco e possui fauna e flora do Cerrado em excelente forma. Neste dia, pedalaremos rumo a um santuário de águas inacreditável. Seguiremos pedalando pelos estradões até a Cachoeira do Telésforo. Antes, pertinho da Vila de Conselheiro Mata, uma parada para contemplar as águas azuis que lambem o paredão da Cachoeira das Fadas. Após o nosso giro, retornaremos à cidade de Diamantina na nossa van para o nosso pernoite.

Descrição da atividade: 38,5 quilômetros de deslocamento todo por estradões com subidas e descidas de baixa exigência técnica e física. Altimetria: +434 -396

Pernoite: Hotel Tijuco ou opcionais

Dia 4 – Sairemos da pousada pedalando passando pelo centro da cidade de Diamantina. Visitaremos alguns outros atrativos turísticos e contemplaremos a beleza daquela que já foi a cidade mais rica do Brasil. Em seguida, partiremos rumo ao Parque Estadual do Biribiri. Será um pedal de aproximadamente 18 quilômetros, passando pelas cachoeiras do Sentinela e Cristais. Em seguida vamos à uma antiga vila onde funcionava uma produção têxtil e conheceremos os seus segredos. Conheceremos também os restaurantes da Vila do Biribiri, um dos melhores pontos gastronômicos da legítima culinária mineira de toda a região. Após o almoço, fica a opção para aqueles que quiserem pedalar de volta à cidade ou retornar em nossa van. Chegando ao hotel descansaremos um pouco para depois contemplar a charmosa noite Diamantinense.

Descrição da atividade: 18 quilômetros de deslocamento todo por estradões com subidas e descidas de baixa exigência técnica e física. Altimetria: +93 – 293 Há a possibilidade de uma pedalada adicional de 22 quilômetros mais no retorno ao nosso hotel.

Pernoite: Hotel Tijuco ou opcionais

Dia 5 – A APA das Águas Vertentes foi criada em 1998, abrangendo 7 municípios da região. Sua extensão de 76 mil hectares tem como ponto de partida o ponto culminante da Serra do Espinhaço, o Pico do Itambé. Além de proteger as nascentes de rios que correm para as bacias dos Rios São Francisco, Doce e Jequitinhonha, possui reservas naturais de Cerrado e Mata Atlântica e uma exuberante área de Campos Rupestres de Altitude. Saindo pela Estrada Real, seguiremos por um trecho pavimentado de aproximadamente 10 quilômetros até a bifurcação para o povoado de Curralinho. Após pedalar por belos cenários mergulharemos em uma boa descida até o ponto mais baixo de nossa expedição. A Ponte do Acaba Mundo é um marco simbólico para os garimpeiros da região e está a 800 metros sobre o nível do mar, atravessando o Rio Jequitinhonha. Dali e para qualquer lado a subida vai ser dura. Seguiremos subindo a Serra do Espinhaço, passando por lugares de nomes como Covão e Bica D’Água em direção à Chapada do Couto. A Chapada do Couto faz limite com Pico dos Dois Irmãos que é o ponto culminante do Parque Estadual do Rio Preto. Neste cenário encontraremos o nosso acampamento rústico montado para celebrarmos a nossa noite à base de uma fogueira, com o céu estrelado sendo o nosso teto e saboreando pratos de alta gastronomia campeira.

Descrição da atividade: 47 quilômetros de deslocamento por estradões de terra batida, e single tracks com alta exigência física. Altimetria: +1554 -890

Pernoite: Acampamento Rústico

Dia 6 - Após amanhecer e curtir o visual do lugar, tomaremos o nosso café da manhã e seguiremos para o trecho final de nossa expedição. Após poucos quilômetros de single track, enfim, chegaremos à Cachoeira do Sumidouro. Um lugar espetacular, com rios encachoeirados e um imenso salto por um flanco rochoso impressionante. E a vista de lá de cima é surreal! Estaremos na borda leste da Serra do Espinhaço e iniciaremos a nossa pedalada agora adentrando o bioma de Mata Atlântica, lindo, intocado. Uma descida vertical de 870 metros por single tracks até as estradinhas da região do mato dentro quando começaremos a pedalar pelos estradões de boas altimetrias e de baixa exigência técnica até a cachoeira do Bode. Alí teremos uma maravilhosa cachoeira, excelente para banho e onde almoçaremos. Enquanto isso, o nosso time prepara as nossas bicicletas para retorno à Diamantina.

Descrição da atividade: 33,5 quilômetros de deslocamento iniciando por single track de alta exigência técnica e depois por estradões com poucas subidas e descidas de baixa exigência técnica e física. Altimetria: +234 -1096

Pernoite: Hotel Tijuco ou opcionais

 

Dia 7 - É hora de embarcar as nossas bicicletas e iniciar o nosso retorno ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Partiremos após o café da manhã. Boa viagem!

O que levar

Roupa de banho, Jaqueta corta vento, 1 blusas segunda pele, roupas para frio, 3 bermudas de bike 3 camisetas de bike 1 gorro ou bandana, 1 toalha dry, 1 toalha para banho, 3 pares de meia para pedal, 1 par de tênis para trekking, 1 conjunto de roupas leves para trekking, 1 mochila de ataque para trekking, 1 Saco estanque para proteger equipamentos eletrônicos da chuva e travessias de rios, Cameras de fotos e filmagem, Protetor solar, Protetor labial

Ficha Técnica

Check-in: Aeroporto de Belo Horizonte, MG

Clima e Condições de Percurso: Época fria com mínimas de até 05 graus.

Distância: 221 quilômetros

O que está Incluso

O que está incluído • Recepção Aeroporto de Belo Horizonte in/out • Todo o translado em Vans • Bike tours conforme programação • Serviço de resgate ABNT Cicloturismo NBR 15509-1 • 04 noites de hospedagem na Estrada Real, conforme programação, em hotel com quartos duplos com café da manhã incluído. • 01 Noite em pousada familiar rural no distrito de Conselheiro Mata • 01 Noite de acampamento rústico com jantar incluído • Lanches de trilha para todos os dias de bike tour, incluindo água, isotônicos, sucos, refrigerantes, cereais, pães, sanduíches, doces e frutas distribuídos em piqueniques ao longo do itinerário. • Acesso a todos os atrativos descritos na programação • Serviço mecânico para bicicletas, com pequenos reparos (excluindo-se peças) • Guias credenciados munidos de rádios VHF

O que não está Incluso

• Refeições ou atividades não especificadas • Viagem e transporte de e para o início e fim da excursão • bicicleta • gratificações

Possuímos Biclicletas para Aluguel
Possuimos bicicletas disponiveis para locação. Consulte-nos.

Comunicado Importante

Informamos sobre os novos procedimentos de saúde em relação à COVID-19 adotados como medidas de segurança pela empresa que estão disponíveis online através do endereço: https://logisticaaventura.com.br/posts/ver/8 Em caso de qualquer sintoma de infecção respiratória (por exemplo: febre, tosse, coriza, dificuldade para respirar) solicitamos o imediato contato a fim de suspender a reserva para a não exposição de outras pessoas ao risco de contaminação. Adotaremos procedimentos de adiamento/cancelamento de reserva conforme a situação e legislações aplicáveis.

Investimento

R$ 3.800,00

Sem juros em duas parcelas de R$ 1.900,00 através de PIX e boleto; ou em até 06 vezes de R$ 829,00 (oitocentos e vinte e nove reais) no Cartão de Crédito.